terça-feira, 29 de junho de 2010


ENTRE UMA COISA E OUTRA

A cidade é ainda mais aborrecida, se repararmos que a maioria dos carros varia entre tons de cinza e preto. Pra ser mais precisa, não varia.

Lançaram um novo no mercado que a propaganda exalta a diversidade das cores. Os únicos que já vi circularem na rua eram prateados – outro tom de cinza.

Toda vez que vejo um carro que tem alguma cor eu reparo, acho que porque ando cansada de tanto cinza. E preto.

Não que cinza seja feio, eu gosto também. Mas é só dar uma olhadinha breve na natureza pra perceber que é cheia de cores e que é bem bonita.

Meu carro é verde.

7 comentários:

Clássica disse...

Lelis!

Você me inspira a ter um carro rosa calcinha quando for assalariada...
E o Kangoozinho verde é mesmo uma alegria para a Bandeirantes!

Beijinhos!

Clássica

Eduardo disse...

Lelena,
Parece que existem somente veículos preto e cinza, como também existem sapatos mocassins com biqueira para cima, com fivelas enormes e a imitação de couro de cobra e há uma tendência de voltar à década de 80 é tirania e massificação.Os carros podem ser mais coloridos , sapatos mais discretos.Será que tudo não pode ser natural?
Beijos
Eduardo

http://www.youtube.com/watch?v=LKaAS3ZxiKM

Walmir disse...

pois a globalização aposta que o vivente humano prefere o padrão de cinzas. Negócios talvez. Muito legal esta percepção, Lelena.

Lelena Lucas disse...

Cla,
Rosa calcinha vai ser lindo!

Eduardo,
Gosto mesmo é da liberdade.

Walmir,
A globalização aposta em muitas chatices. Saudades, amigo!

Eliana Mara de Freitas disse...

lelena, sua visita ao meu Mundo foi uma alegria, um presente.
Quero que seja o começo de uma amizade, cheia de cores.
Beijos

Olhos Negros disse...

Lelena,
Visito seu blog pela primeira vez e digo que achei maravilhoso! Li alguns de seus textos e achei interessante a forma como você consegue colocar em palavras tantas coisas que a gente sente e nem sempre consegue dizer. Este último sobre os carros cinza e preto achei super bacana. Antes eu só usava coisas pretas e brancas. Acabava ficando muito séria. Hoje uso coisas mais coloridas, mas acabei no meio termo e optando pelo cinza ou pelo prata. Trouxe mais alegria para minha alma. Inclusive, meu carro é cinza.


PS: Meu nome é Mariana. Sou esposa do Gil.Conheci seu marido num dos passeios de bicleta que compareci. Em breve iremos ao restaurante de vocês para saborear a feijoada. Será um prazer conhecê-la pessoalmente. Gil também adorou seus textos.
Abraço meu e dele.

Lelena Lucas disse...

Eliana,
Já faz um tempinho que faço visitas no seu blog (está linkado no meu inclusive). Que bom poder trocar umas figurinhas.
Beijos pra você também.

Mariana,
Muito obrigada! Espero conhecê-la em breve NA SUBIDA DO MORRO. Espero por vocês!