segunda-feira, 20 de setembro de 2010


DONA ESMERALDA
(para minha avó Lucrécia)

Dona Esmeralda fez tortas, bolos e muitos filhos.
Já que muito não lhe foi permitido, fez a primavera no vaso da sala.
Custava-lhe o tempo que passava.
Morreu repentinamente olhando as horas (há quem diga, o relógio).